DIOCESE PARTICIPA DE ENCONTRO ANUAL DA COMISSÃO DE LITURGIA DO LESTE 2

Encontro reuniu representantes de várias dioceses mineiras e capixabas

A Diocese de Oliveira participou, de 24 a 27 de setembro, do Encontro Anual da Comissão de Liturgia do Regional Leste 2 (MG e ES), realizado na Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte. O pároco da Catedral de Nossa Senhora de Oliveira, Pe. Diovany Roquim Amaral, e as leigas Maria Luiza Pereira e Sandra Aparecida dos Santos se uniram aos cerca de 40 participantes de várias dioceses, que refletiram o tema: “Catequeses do Papa Francisco sobre a Eucaristia, uma releitura da Sacrosanctum Concilium”.

Para Pe. Diovany, a temática ministrada pelo Pe. Márcio Pimentel, da Arquidiocese de Belo Horizonte, lança muitas luzes para a ação pastoral na Diocese. Para ele, a liturgia, na ótica do Papa Francisco, está muito mais ligada à experiência do que aos aspectos doutrinários.

“Do Papa podemos dizer que não fala da doutrina do Concílio, põe em prática. Exemplo simples, que achei interessante, são as missas na Casa Santa Marta, sua residência. Não é uma missa privativa no Palácio Apostólico, sem povo e sem comunidade, como no Missal antigo, mas numa verdadeira comunidade entre diversas pessoas que vivem e que passam por aquela casa”, explicou.

Uma das principais experiências de contribuição à liturgia na Diocese de Oliveira é o “Projeto Celebrar”, que unificou o uso dos folhetos nas paróquias, além de subsidiar toda a formação musical. Para Pe. Diovany, esse foi um avanço, sobretudo no uso do repertório, avaliado de forma positiva por ele. Porém, para o sacerdote, as comunidades precisam assumir de forma mais profunda a vivência litúrgica.

Representantes da Diocese de Oliveira posam para foto com o arcebispo de Pouso Alegre, Dom José Luiz Majella Delgado

“Percebemos que o folheto litúrgico é um subsídio, um instrumento para a liturgia e não a liturgia. As catequeses do Papa Francisco insistem na ritualidade, na relação com Deus, na participação viva na celebração. Ainda falta muito para as comunidades usarem o folheto e ir além dele com a realidade local”, refletiu.

O arcebispo metropolitano de Pouso Alegre (MG) e referencial da Comissão de Liturgia do Leste 2, Dom José Majella Delgado, também participou do encontro.

GRUPO LANÇA CARTA DE COMPROMISSO

Ao final do encontro, os participantes redigiram uma carta destinada aos animadores da vida litúrgica no Regional, incluindo o clero e o laicato. No documento, as lideranças reafirmaram a importância da vivência da reforma conciliar, sobretudo pela prática de Francisco que, embora não tenha escrito um documento específico sobre liturgia, tem dado mostrar simples e contundentes, através de seus gestos, do compromisso com as disposições da Sacrosanctum Concilium.

            Dentre os compromissos assumidos no documento, estão o aprofundamento da reflexão iniciada no encontro e o fomento à formação de equipes e lideranças conscientes da dimensão teológica que sustenta a vivência litúrgica.

Confira o texto completo: CARTA AO POVO DE DEUS

Texto: Vinícius Borges
Fotos: site da CNBB Leste 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *