ESCOLA PIO XII MANTÉM TRADIÇÃO NA FORMAÇÃO DE LEIGOS

A Teologia faz parte da formação dos padres e é comum na preparação dos religiosos. Muitos acreditam que essa ciência é apenas para os clérigos. Porém, cada vez mais, os leigos descobrem que o saber teológico é também ofertado a eles. Um dos espaços que garantem o acesso à essa formação na Diocese de Oliveira é a Escola de Teologia Pastoral para Leigos Pio XII, que mantém uma tradição na preparação de lideranças. Na edição de 2020, realizada de 5 a 12 de janeiro, em Oliveira, a atividade reuniu mais de 90 participantes de várias paróquias, divididos em três módulos, além dos alunos do curso de extensão e curso temático.

Um dos coordenadores do projeto, o Diácono Paulo Freire, afirmou que o número de participantes praticamente dobrou em relação à edição de 2019. Isso se deu devido à mudança do local. Antes, a Escola Pio XII vinha sendo realizada no Centro de Pastoral São José, em Perdões. A partir de 2020, ela passou para a sede diocesana, o que favoreceu o deslocamento de muitos dos participantes.

Se durante o dia os alunos se dividiram nas turmas dos três módulos com aulas de disciplinas variadas, a noite reunia todos os participantes em atividades comuns. A edição 2020 refletiu vários temas nesses encontros: Campanha da Fraternidade; a exortação “Gaudete et Exsultate”, sobre a santidade no mundo atual; os 1600 anos de São Jerônimo; cinema sobre Maria. Na noite do dia 11 de janeiro, os cursistas ainda confraternizaram em um jantar especial após a formatura, realizada na Catedral de Nossa Senhora de Oliveira, onde também celebraram os 34 anos de vida sacerdotal do bispo, Dom Miguel Angelo Freitas Ribeiro.

No serviço à Escola Pio XII estão muitos ex alunos. É o caso da assessora Eliani Araújo Costa, que ensina bíblia há 9 anos. Para ela, a formação bíblica é essencial para a caminha dos agentes de pastoral. “Os leigos, hoje, têm um papel importante na Igreja, mas eles precisam ser informados e formados. A gente precisa conhecer o nosso papel de leigos; precisa conhecer nossa Igreja. Como leigos, precisamos ter um conhecimento bíblico, mesmo que seja básico”, reforçou.

A Pio XII é realizada sempre na primeira semana do mês de janeiro.

PADRE JAILSON PROPÕE OLHAR ATUAL SOBRE MILAGRES EM LIVRO

Como espaço de conhecimento, a Escola Pio XII também oportuniza a venda de livros e materiais de estudo. Na edição deste ano, o pároco da Paróquia de São João Batista, de Morro do Ferro, Pe. Jailson Salvador da Silva, aproveitou para lançar sua mais recente obra: “Milagres: da taumartugia ao cuidado”.

O padre explicou que bebe de uma leitura dos milagres de Jesus. Ele defende que os sinais realizados pelo Cristo se revelam como uma ação de cuidado e amor, mais do que uma simples ação milagreira. Para isso, também reflete que as ações miraculosas – ou entendidas como tal – já foram muito instrumentalizadas ao longo da história.

“O livro, na verdade, não fala de um Jesus glorioso. Ele, na verdade, reconhece que Jesus vive e teve essa ação mais transcendente e gloriosa, mas Ele também é apresentado numa perspectiva mais histórica, onde realiza, dentro dos limites terrenos, aquilo que é a transcendência de cada dia; a transcendência dos milagres. Por isso o milagre aparece como uma mensagem. Uma mensagem de superação, que leva a gente a desnaturalizar tudo aquilo que nós compreendemos como algo já pronto – e que, de alguma forma, já está espiritualizado – para que possamos sair para uma atitude solidária, comprometida, misericordiosa, como Jesus”, refletiu.

O livro de Pe. Jailson pode ser adquirido na Livraria “Arte e Fé”, em Oliveira, ou pelo seguinte telefone: (37) 9956-1473.

Texto: Vinícius Borges
Imagens: Vinícius Borges e alunos da Escola Pio XII

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *