JOVENS DA PJ PARTICIPAM DE CURSO DE INVERNO EM BH

Jovens da PJ Diocesana mostram alegria e descontração durante a semana

Jovens da PJ Diocesana mostram alegria e descontração durante a semana

A Pastoral da Juventude da Diocese de Oliveira enviou 19 jovens para participar do Curso de Inverno em Belo Horizonte, no Colégio Marista Dom Silvério, de 17 a 23 de junho. O evento, organizado pelo Instituto de Pastoral da Juventude do Leste 2 (IPJ), teve como tema “Juventude e o cuidado com a Casa Comum” e a iluminação bíblica “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5,24).

A temática, que foi de encontro à proposta da Campanha da Fraternidade Ecumênica, perpassou várias dimensões do compromisso cristão de cuidado com a Casa Comum. Os jovens discutiram ecumenismo com a presença da pastora Romi, que é da Igreja Luterana e preside o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC). O curso também falou sobre direito à moradia, com Frei Gilvander; o direito a ser mulher, com a presença de Ana Paula da ocupação “Tina Martins”, Ana Martins da “Cia Espaço Preto” e a vereadora de Santa Luzia, Suzane Almada; também foi feito um dedo de prosa sobre Casa Comum e a cultura do bem-ver, com a presença do monge Marcelo Barros.

O grupo vivenciou os temas discutidos através de visitas

missionárias. Os jovens estiveram na ocupação urbana “Rosa Leão”, na ocupação de mulheres vítimas de violência “Tina Martins” e na cooperativa de reciclagem “Coopersoli”. Nas três experiências os participantes ressaltaram a mística vivenciada e o choque de realidade.  “Começo dizendo que, desde o início, vivi uma perplexa desconstrução! Uma de

Mesa sobre o "direito a ser mulher" provocou reflexão nos jovens

Mesa sobre o “direito a ser mulher” provocou reflexão nos jovens

sconstrução de ideias, de achismos e de assuntos aos quais eu tinha concepções fechadas. O Curso de Inverno me ajudou a ter um senso crítico maior e não aceitar tudo o que o mundo quer nos impor”, destacou Gabriele Silva, de Oliveira.

Os participantes também fizeram várias oficinas, que ofereceram capacitação em dinamização de grupos, liturgia, mídia, teatro do oprimido, dentre outras. Os jovens da Diocese afirmaram que a formação será de grande ajuda na evangelização e no trabalho pastoral. Daniel Junior, de Santo Antônio do Amparo, afirmou que, na oficina do teatro do oprimido, pode perceber quando assume papel de opressor ou de oprimido no meio social. A secretária diocesana da PJ, Carla Nunes, que também participou do encontro, explica que a ideia é que as jovens lideranças multipliquem o trabalho nas atividades da PJ diocesana.

Foto oficial do Curso de Inverno 2016

Foto oficial do Curso de Inverno 2016

O uso de atividades lúdicas e de integração favoreceu a expressão da arte e das amizades construídas. Os jovens da Diocese mostraram talento em noites culturais, ajudando na animação e nas intervenções. O grupo também participou de uma oficina sobre a identidade da Pastoral da Juventude, que refez os caminhos de Jesus através dos lugares bíblicos e das dimensões da formação integral.

O Curso de Inverno acontece anualmente e desde 2010 tem a participação da Juventude da Diocese de Oliveira. O objetivo da atividade, organizada pelo IPJ, é oferecer formação pastoral, capacitação e criar um espaço de reflexão da missão cristã na sociedade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *