PASTORAL DA JUVENTUDE PROMOVE CURSO DE DINÂMICA PARA LÍDERES

Como coordenar um grupo de jovens? De que modo os ensinamentos de Jesus ajudam no desenvolvimento da vida do grupo e da juventude? Essas são apenas algumas das perguntas que inspiram o Curso de Dinâmica para Líderes (CDL), realizado no último fim de semana, de 2 a 4 de agosto, no Centro de Pastoral Santíssima Trindade, em Oliveira, promovido pela Pastoral da Juventude.

A programação, formada por uma série de dinâmicas, diálogos, bate papos e momentos orantes tem o objetivo de subsidiar as lideranças de grupo nos trabalhos em cada paróquia. Para Gabriela Silva, uma das coordenadoras do encontro, o objetivo foi atingido.

“O CDL é um encontro importantíssimo para a nossa Diocese. Seu caráter formativo desperta mais ainda a liderança e encoraja os jovens. Eles saem do encontro mais preparados e aptos para passar pelas adversidades e ciclos que os nossos grupos de base vivem, ressignificando tudo de uma maneira mais leve, encontrando soluções para os problemas e sendo suporte para todo o grupo”, refletiu.

Jovens de várias paróquias participaram do curso, que também contou com uma equipe de monitores. A coordenação ficou a cargo, além de Gabriele Silva, dos jovens Harnonn Richard, de Passa Tempo, e Sabrina Fávero, de Oliveira. Segundo os coordenadores, o CDL proporciona formação também aos monitores, uma vez que a dinâmica do encontro agrega aprendizado aos jovens que atuam nos diversos serviços.

O participante Augusto Campos, de Passa Tempo, destacou que o CDL o fez entender melhor o que é ser um líder na PJ. “Deu-me uma noção de que devemos agir na medida; sermos democráticos. E não nos preocuparmos só em sermos líderes, mas, principalmente, em formar novos líderes”, destacou.

Para Sabrina Fávero, a experiência de coordenar um encontro diocesano reservou um grande aprendizado sobre o fazer pastoral. “Coordenar o CDL 2019 foi uma experiência de perseverança e aprendizado. Durante a caminhada, diversos imprevistos aconteceram, mas foram somente acontecimentos que motivaram a preparar um curso ainda mais rico em detalhes e cheio de amor. E que foi de fato o que aconteceu: contamos com uma equipe de trabalho linda, que teve uma sintonia que nunca vi antes. Ver a alegria e curiosidade no rosto de cada participante durante esses três dias foi simplesmente gratificante. O CDL 2019 tornou-se uma marca não só na minha caminhada pastoral, mas também pessoal, por tantas amizades, sentimentos e energia que me proporcionou”, afirmou.

A programação contou também com Celebração Eucarística, presidida pelo pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Oliveira, Pe. Onaldo Aristeu dos Santos Júnior. Ele, inclusive, recordou que já participou do CDL enquanto monitor, quando ainda era seminarista e atuava pela Pastoral da Juventude.

Os jovens também participaram de uma noite cultural, que teve como tema os “Anos 80”.

O CDL: MODELO DE CAPACITAÇÃO PARA AS JUVENTUDES

O CDL foi pensado e articulado pelo Centro de Capacitação da Juventude (CCJ), sediado em São Paulo. Segundo o site da entidade, já foi reproduzido em mais de 80 dioceses de 22 estados. Também foi levado a 13 países: Paraguai, Peru, Republica Dominicana, Venezuela, México, El Salvador, Guatemala, Estados Unidos, Inglaterra, Irlanda, Ucrânia, Angola e Serra Leoa.

O objetivo, segundo a CCJ, é “colocar o leigo como protagonista do processo de evangelização. Quando se trata de jovens, esta estratégia pastoral exerce muita influência. Um jovem bem preparado, falando para outro jovem tem uma força especial”.

Na Diocese de Oliveira, ele é promovido há quase 15 anos. Desde então, integra quase anualmente o planejamento da Pastoral da Juventude.

O curso tem como finalidade:

  • Discernir valores e contra valores
  • Facilitar o autoconhecimento
  • Despertar confiança
  • Capacitar para trabalho de equipe
  • Facilitar a comunicação interpessoal
  • Capacitar para captar e escrever ideias
  • Aprender a administrar o tempo
  • Despertar a consciência crítica
  • Fazer opção pessoal por Jesus Cristo
  • Fazer experiência de Igreja-Comunidade
  • Transmitir habilidades de lideranças para os participantes
  • Transmitir habilidades de lideranças também para os próprios monitores
  • Adquirir hábitos importantes para uma pastoral eficaz
  • Ser um instrumento para chegar às paróquias
  • Ser um instrumento para formar grupos
  • Criar laços afetivos mais profundos entre os líderes
  • Conectar a fé com a vida
  • Formar Líderes

Texto: Vinícius Borges
Fotos: Fernanda Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *