PASTORAL DA PESSOA IDOSA APRESENTA RELATÓRIO DE ATUAÇÃO

O coordenador diocesano da Pastoral da Pessoa Idosa, Rodrigo Maciel e Bastos, apresentou dados oficiais da atuação da mesma nas paróquias. Os números incluem a quantidade de líderes e o registro de visitas feitas.

Os dados estão elencados na tabela a seguir:

PARÓQUIAS INATIVAS

01 Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Aguanil
02 Paróquia São Sebastião – Campo Belo
03 Paróquia Nossa Senhora da Candeias – Candeias
04 Paróquia São João Batista – Morro do Ferro
05 Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Oliveira
06 Paróquia Nossa Senhora de Oliveira – Oliveira
07 Paróquia São Tiago Maior e Santana – São Tiago

PÁROQUIAS QUE AINDA NÃO IMPLANTARAM A PASTORAL DA PESSOA IDOSA

1 Paróquia Nossa Senhora do Bom Sucesso- Bom Sucesso
2 Paróquia Senhor Bom Jesus do Matosinhos – Cana Verde
3 Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Carmo da Mata
4 Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Carmópolis
5 Paróquia Nossa Senhora da Ajuda – Cristais
6 Paróquia Nossa Senhora do Desterro – Desterro de Entre Rios
7 Paróquia Nossa Senhora das Dores – Itaguara
8 Paróquia São Bernardo de Claraval – Macaia (Bom Sucesso)
9 Paróquia Nossa Senhora da Gloria – Passa Tempo
10 Paróquia Senhor Bom Jesus dos Perdões – Perdões
11 Paróquia Nossa Senhora das Graças – Perdões
12 Paróquia Nossa Senhora das Necessidades – Piracema
13 Paróquia Nossa Senhora da Guia – Ribeirão Vermelho
14 Paróquia Senhora Sant’Ana – Santana do Jacaré
15 Paróquia Santo Antônio de Pádua – Santo Antônio do Amparo
16 Paróquia São Francisco de Paula – São Francisco de Paula
17 Paróquia São Sebastião – São Sebastião da Estrela

A PASTORAL DA PESSOA IDOSA

O site oficial da Pastoral da Pessoa Idosa traz a definição da identidade de atuação da mesma:

“A Pastoral da Pessoa Idosa tem por objetivo assegurar a dignidade e a valorização integral das pessoas idosas, através da promoção humana e espiritual, respeitando seus direitos, num processo educativo de formação continuada destas, de suas famílias e de suas comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político, para que as famílias e as comunidades possam conviver respeitosamente com as pessoas idosas, protagonistas de sua auto-realização”.

A fundação foi em 2004 em Assembleia Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *