PJARTES CAPACITA LIDERANÇAS DE GRUPOS DE JOVENS

A Pastoral da Juventude mergulhou na Mística do encontro através de mais uma atividade diocesana: o PJArtes, realizado de 20 a 23 de abril, na Escola Estadual “Francisco Fernandes”, em Oliveira. Mais de 60 jovens e assessores participaram do momento, que acolheu, além de representantes de várias paróquias, visitantes da Arquidiocese de Belo Horizonte e Diocese de Itabira-Cel.Fabriciano.

 
A principal atividade do encontro foi a realização de oficinas temáticas. Os participantes se dividiram em 5 grupos: teatro, música, liturgia, afetividade e dinamização de grupos de jovens. Após dois dias de vivências práticas das temáticas, os grupos apresentaram os resultados dos trabalhos em uma noite de talentos. O momento foi iniciado com o anúncio do tradicional Boi do Rosário, que é uma das marcas culturais da cidade de Oliveira durante as festas de Congado. As apresentações contaram com peças teatrais, dinâmicas, partilhas e até o lançamento de uma composição inédita feita pelos membros da oficina de música.

 
Segundo a coordenação do PJArtes, composta por Palloma Ramos, Jonatas Ribeiro e Raquel Lázara, uma das propostas do encontro era a vivência da cultura e arte locais. Por isso, o grupo convidou um grupo composto por fiéis de São Francisco de Paula e Oliveira para a recitação do tradicional terço de São Gonçalo. O ato devocional usa de música e dança para pedir a intercessão do santo, padroeiro dos violeiros.

 
Os participantes ainda puderam visitar o Centro de Reabilitação Beija-Flor, tanto a unidade masculina quanto a feminina, e a Casa Lar, numa experiência missionária, lembrando a prioridade para 2017 no Plano de Pastoral “Jovens em Saída: Construindo a Civilização do Amor”. O grupo ainda participou de rodas de conversa sobre a Mística da PJ, a Palavra de Deus como instrumento de arte na evangelização e afetividade e Projeto de Vida. O encontro foi encerrado como uma experiência de leitura orante da Bíblia e a construção de mandalas como gesto concreto e manifestação artística das vivências. A iluminação bíblica escolhida e rezada pelos participantes foi a passagem do Gênesis: “Onde está o teu irmão” (4,9).

 

 

A jovem Rafaela Rodrigues, de Oliveira, disse estar revigorada para sua ação no grupo de base. “O PJArtes soube fazer a junção de esperança na luta, envolvendo a mística e a arte do ser pastoral”, ressaltou. Para Denis Willian Trancosco, que veio  junto a um grupo de jovens da Arquidiocese de BH, a experiência de visitar outra diocese foi especial e o fez “sentir-se em casa”. Bárbara Afonso, da cidade de Oliveira, disse ter adorado a experiência das oficinas e afirmou ter sido um dos melhores encontros que ela participou na vida.

 

RODAS DE CONVERSA REFLETEM MÍSTICA E AFETIVIDADE

 
A tarde da sexta-feira (21) foi dedicada a realização de rodas de conversa no PJArtes. O grupo refletiu a Palavra de Deus como instrumento de evangelização e arte, a mística da PJ e questões relativas à afetividade e projeto de vida.

 
A religiosa escolápia, Irmã Diva, trouxe suas experiências na militância das pastorais sociais para ressaltar a importância da Bíblia como palavra iluminadora na missão. “Os jovens precisam ter coragem de viver uma fé de conflito: a fé de Jerusalém”. Ela ressaltou o lugar do martírio de Jesus como sinal da importância de uma fé que leve a enfrentar os desafios sociais colocados no dia de hoje. Além disso, ela convidou os jovens a perceberem quais as “Galileias” de cada um e a pisarem suas realidades mais desafiadoras. Rafaela Rodrigues destacou a presença da religiosa: “Sua vivência de fé e a luta pelos pobres em suas palavras, ‘o pobre é lindo, é de Deus’ me deram uma nova esperança e força de vontade em continuar firme nessa caminhada chamada Pastoral da Juventude”.

 

O pároco da Paróquia de São Tiago Maior e Sant’Ana, Pe. Sebastião Corrêa, lembrou que a Mística da PJ deve beber da Palavra e do exemplo da prática de Jesus. Segundo ele, o modo como os pejoteiros e pejoteiras se colocam diante das principais situações é que revela o agir místico.

 

O psicólogo e diretor espiritual do Centro Beija-Flor, Pe. José Maria Silva, convocou os participantes a refletirem o Projeto de Vida como instrumento para vivenciarem seus afetos de modo saudável. O grupo aproveitou para discutir os principais desafios enfrentados com relação ao tema, como os casos de suicídio e depressão.

 

 

PJ EMOCIONA CATEDRAL COM NEGRA MARIAMA

 

A Catedral Diocesana de Nossa Senhora de Oliveira foi tomada pelos pejoteiros e pejoteiras no sábado (22). O PJArtes celebrou, junto à comunidade paroquial, a Eucaristia. Uma grande surpresa ficou para o final: num momento de Ação de Graças, os jovens prestaram homenagens a Nossa Senhora Aparecida, sob o título de Negra Mariama, recebida com música e aplausos num cortejo pelo corredor principal do templo, encerrado com ciranda e festa.

 
O movimento marcou a acolhida da imagem peregrina que vai percorrer os grupos de jovens de toda diocese até outubro, quando a Paróquia de Nossa Senhora de Oliveira acolhe o Dia Nacional da Juventude (DNJ) 2017. A imagem foi recebida por duas jovens da Paróquia de Santo Antônio de Pádua, de Santo Antônio do Amparo, que é a sede da primeira Forania a ser visitada pela padroeira.

 
Segundo a organização do DNJ, a acolhida da imagem faz parte da sintonia com a celebração dos 300 anos do encontro de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul. A canção “Negra Mariama” faz ainda memória ao modo carinhoso como D. Helder Câmara se referia à padroeira do Brasil: Maria que ama seus filhos. O gesto é repetido até hoje pela PJ do Brasil.

 

OFICINA LEVA FORMAÇÃO PARA ASSESSORES
O PJArtes contou ainda com uma oficina especial para assessores de grupos de jovens. O momento foi realizado na tarde do sábado (22), enquanto os jovens participavam das atividades missionárias. A assessoria ficou por conta de Helder Pinto da Arquidiocese de Belo Horizonte. A oficina abordou os tipos de assessores, os principais fundamentos do ministério da assessoria e caminhos para um cuidado e encantamento no agir pastoral.

 

CONFIRA AS FOTOS DAS OFICINAS TEMÁTICAS

 

Oficina de Liturgia Assessoria: André Dantas e Lucimar Borges

Oficina de Dinamização de Grupos de Jovens Assessoria: Karine Neto e Harnonn Richard

Oficina de afetividade Assessoria: Pe. José Maria Silva

Oficina de Teatro Assessoria: Thiago Martins e Marco Aurélio Martins

Oficina de Música. Assessoria: Elvis Andrade e Daniel Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *