Sintonizados com a vontade do Pai

Quarta-feira de Cinzas – (Mt 6, 1-6. 16,18)

O evangelho de hoje, é um convite a rever a nossa atitude. Aliás, todo o Tempo da Quaresma, que começa hoje, Quarta Feira de Cinzas, é tempo de reflexão, de revisão de vida. – O Evangelho, cuja leitura acabamos de ouvir, nos leva a concluir que não devemos alardear, isto é, não devemos propagar, vaidosamente, as boas obras que tenhamos praticado. – No Evangelho de hoje, Jesus nos mostra qual deve ser a nossa postura cristã, quando oramos, quando jejuamos, quando damos esmolas. – Jesus deixa claro que esmolas, jejuns e orações devem ser realizados, na íntima relação com o Pai Celeste, sem ter em vista o próprio louvor e a aprovação humana.

A acentuação do conselho evangélico recai sobre o modo e a motivação com que as boas obras devem ser praticadas, ou seja, cultivando uma verdadeira e profunda intimidade com Deus. – Todas essas lições se aplicam bem, dentro do contexto da liturgia da Quarta Feira de Cinzas que, hoje, estamos celebrando. – A prática Quaresmal da esmola, da oração e do jejum, tem a finalidade de nos sintonizar com a Vontade do Pai, de forma a nos preparar, da melhor maneira possível, para a celebração da Páscoa. – Dentro do espírito verdadeiramente cristão, a esmola será a expressão da misericórdia que existe no coração de quem se faz solidário com o irmão necessitado. – A oração, consistirá méis em escutar do que em falar. – E o jejum corresponderá a um esforço sincero de controlar os próprios instintos e paixões, para não nos desviar mos do caminho de Deus.

Para a Quaresma o Papa Francisco propõe 15 simples atos de caridade que ele mencionou como manifestações concretas de amor:

1 – Sorrir, pois um cristão deve ser sempre alegre.
2 – Agradecer
3 – Lembrar ao outro o quanto você o ama
4 – Cumprimentar, com alegria, as pessoas que com que você se encontra tosos os dias.
5 – Ouvir a história do outro, sem julgamento, com amor.
6 – Estar atento a quem precisa de você. Parar para ajudar.
7 – Reanimar alguém que se acha desanimado
8 – Reconhecer os sucessos e as qualidades do outro
9 – Separar o que você não usa e oferecer a quem precisa.
10 – Estar pronto a ajudar alguém que esteja consado.
11 – Correção fraterna. Corrigir com amor. Não se omitir, por medo.
12 – Ser delicado para com as pessoas com quem você convive.
13 – Limpar o que sujou em casa.
14 – Ajudar os outros a superar os obstáculos
15 – Comunicar-se mais frequentemente, com os parentes, sobretudo com os pais.

O MELHOR JEJUM
1 – Fazer o jejum de palavras negativas, procurando substituí-las por palavras bondosas.
2 – fazer jejum de raiva, substituindo a raiva por atitudes de mansidão e paciência.
3 – Jejum de pessimismo, procurando encher-se de esperança e otimismo.
4 – jejum de preocupações, enchendo-se de confiança em Deus
5 – jejum de queixas e lamúrias, contentando-se com as coisas simples da vida
6 – Jejum de egoísmo, procurando Sr mais generoso, mais atencioso para com os outros. – Jejum de palavras, procurando fazer silêncio para ouvir os outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *